Loading...

Obras do Diabinho da Mão Furada



Sinopse

O livro Obras do Diabinho da Mão Furada é uma peque­na jóia da literatura portuguesa. Foi escrito no século XVIII, quando em Portugal ainda as garras da Inquisição se faziam sentir. A Inquisição vitimou, aliás, o autor, António José da Silva, conhecido como O Judeu, queimando-o, em auto-de-fé, em Lisboa, em 1739. 

O soldado Peralta, vindo das guerras da Flandres, dirige-se a Lisboa. No Alentejo, encontra um ser demoníaco, o Diabi­nho da Mão Furada, que o irá acompanhar na viagem, tentan­do-o ao pecado. Conseguirá Peralta resistir?

Pelo caminho, o demónio faz das suas: cria divisões, espa­lha a confusão, faz travessuras, divertindo-se sempre. Peralta depara-se com personagens excêntricas e situações insólitas. Viaja até ao Inferno, vê os tormentos por que passam as almas pecadoras. Visita o palácio onde se encontram os sete peca­dos capitais.

Foge da casa da Cobiça. O real e o sobrenatural misturam-se em pleno Alentejo, numa verdadeira novela dia­bólica.

Oriundo de uma família de cristãos-novos que se refugiara no Brasil, António José da Silva Coutinho é considerado o dramaturgo português mais importante entre Gil Vicente e Almeida Garret.

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Outros livros de António José da Silva (O Judeu)

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal